Educação Física

Graduação EAD

Apresentação

O Curso de Educação Física da Faculdade Censupeg foi preparado para você que estava buscando um curso atualizado e inovador. 

O curso atende as novas demandas de uma Educação Física 5.0, ou seja, você sairá preparado para atuar através de práticas corporais visando a melhoria da qualidade de vida da população, a redução dos agravos e dos danos decorrentes das doenças não-transmissíveis, ou seja, você sairá preparado para enfrentar os maiores desafios da Educação Física no século XXI,  que é contribuir para redução do consumo de medicamentos, contribuindo assim para a melhora que favoreçam a formação de redes de suporte social e que possibilitem a participação ativa dos usuários na elaboração de diferentes projetos de saúde. 

Esse curso é um dos melhores cursos do Brasil porque busca incorporar sempre as novas tendências da área, contemplando diversos conhecimentos produzidos pela sociedade a respeito do corpo e do movimento, para manter você aluno sempre muito bem informado e atualizado com o que há de melhor para a qualidade de vida de seus alunos. Isto ocorrerá através de uma ampla programação de eventos, bate-papos e palestras extracurriculares

O curso de Bacharel em Educação Física da CENSUPEG teve sua matriz estruturada através de uma análise para um perfil profissional diferenciado para o mercado de trabalho.

Ao final do curso nosso aluno será capaz de atuar nas perspectivas da formação cultural, da educação e da reeducação motora; da prevenção, da promoção, da proteção e da reabilitação da saúde; do rendimento físico-esportivo; do lazer e da gestão de empreendimentos relacionados às atividades físicas, esportivas e recreativas.

Isso só será possível porque nosso curso tem seu corpo docente composto por professores referências nacional e internacionalmente na área da Educação Física.

Grau Acadêmico:
Bacharel. 

Mercado de Trabalho:
Treinamento, Condicionamento Físico, Reabilitação Motora, Recreação, Turismo e Atendimento de Grupos Especiais.



Disciplinas

  • A Biologia: O estudo da Vida; Organização celular: célula procariótica e eucariótica; Componentes químicos das células; Divisão celular: mitose e meiose; Controle do ciclo celular; Morte celular: apoptose e necrose; Estrutura da membrana plasmática; Dinâmica das membranas; Estrutura nuclear: DNA, genes e cromossomos; Bases citológicas e cromossômicas da hereditariedade: cromossomos humanos; Doenças genéticas; Herança multifatorial.
  • Comunicação, expressão e diversidade linguística; Comunicação oral; Comunicação escrita; Eficácia na comunicação escrita; Funções de linguagem; Linguagem verbal e não verbal; Elaboração de respostas subjetivas; A construção do parágrafo padrão; Pontuação; Vícios de linguagem; Redundâncias; O texto como atividade de linguagem/ interação.
  • História da ética; Conceito e princípios da ética; A ética na construção pessoal, social, histórica e cultural; Razões morais em contexto; Responsabilidade social (Ética aplicada à comunicação); Desigualdade, diversidade e direitos no Brasil contemporâneo; Cidadania, participação política, social e popular; Empreendedorismo social; Histórico de educação ambiental; Política nacional do meio ambiente e sistema nacional do meio ambiente; Principais questões ambientais no Brasil e no mundo (Ênfase em agronegócio); Direitos humanos, diversidade e sustentabilidade.
  • Ciência e conhecimento científico.  Introdução ao Método de Pesquisa.  Apresentação de pesquisa.  A natureza do conhecimento.  Ética na pesquisa.  Tipos de pesquisa.  Técnicas de pesquisa.  Planejamento e projeto de pesquisa.  Contextualização de pesquisa.  Análise de Dados e Métodos de Coleta.  Hipóteses de pesquisa.  Normas da ABNT.
  • Linha do tempo; Identidade pessoas e social; Memórias; Perscpectivas pessoais e profissionais; Convivência Social.Engajar-se, profissionalmente, com as famílias e com a comunidade.Conhecer os contextos de vida dos estudantes, reconhecer suas identidades e elaborar estratégias para contextualizar o processo de aprendizagem. Articular estratégias e conhecimentos que permitam aos estudantes desenvolver as competências necessárias, bem como favoreçam o desenvolvimento de habilidades de níveis cognitivos superiores.
  • Introdução à anatomia: Terminologia anatômica e níveis de organização; Sistema nervoso: Estrutura anatômica e tecido nervoso; Aspectos anatomofuncionais do sistema nervoso; Tecido ósseo e estrutura do esqueleto; Sistema articular: articulações axias e apendiculares; Sistema muscular: Musculatura apendicular; Sistema muscular: Musculatura axial; Anatomia cardiovascular e respiratória; Sistema digestório: estruturas e órgãos acessórios; Sistema urinário: Trato urinário; Sistema Endócrino: Tireóide, timo, paratireóides e supra renais; Anatomofisiologia do sistema reprodutor.
  • Iniciação Científica. Projetos de Pesquisa. A pesquisa na vida acadêmica e na profissão. Conhecendo as práticas de: Apresentação de trabalhos em congressos, seminários e encontros de Iniciação Científica; Participação na organização e execução de eventos acadêmicos; Participação em grupos de estudos sob a coordenação do tutor do pólo.
  • Concepções da Educação Física e do Esporte; A Importância da Educação Física; Abordagens pedagógicas da Educação física no Brasil; Tendências pedagógicas: higienista e militarista; Tendências pedagógicas: pedagogicista, competitivista, popular e crítico-social; Esportes Ginásticos: teorias, objetivos e prática; Movimento: sistemas, domínios e fatores; A importância da ginástica no desenvolvimento psicomotor de crianças e adolescentes; Movimentos rítmicos da dança e expressão corporal; O trabalho com artes, esportes, danças como mecanismos de ensino-aprendizagem; Ludicidade e desenvolvimento da pessoa; A linguagem corporal expressa em movimentos e brincadeiras das crianças; Brincadeiras, jogos e esportes para pessoas com deficiência física.
  • Características da iniciação nos esportes coletivos; Características e fundamentos do basquete; Metodologia de ensino do basquete; Características e fundamentos do voleibol; Metodologia de ensino do voleibol; O minivoleibol como um método de ensino do voleibol; Abordagem histórico-evolutiva do futebol e do futsal; Tática e técnica: aspectos relevantes na iniciação e na formação; Métodos de ensino aplicados ao futebol e ao futsal; Contexto histórico, social e educacional do handebol; Relações e funções dos fundamentos do handebol; Biossegurança e esportes.
  • Linha do tempo; Identidade pessoas e social; Memórias; Perscpectivas pessoais e profissionais; Convivência Social.Engajar-se, profissionalmente, com as famílias e com a comunidade.Conhecer os contextos de vida dos estudantes, reconhecer suas identidades e elaborar estratégias para contextualizar o processo de aprendizagem. Articular estratégias e conhecimentos que permitam aos estudantes desenvolver as competências necessárias, bem como favoreçam o desenvolvimento de habilidades de níveis cognitivos superiores.
  • Iniciação Científica. Projetos de Pesquisa. A pesquisa na vida acadêmica e na profissão. Conhecendo as práticas de: Apresentação de trabalhos em congressos, seminários e encontros de Iniciação Científica; Participação na organização e execução de eventos acadêmicos; Participação em grupos de estudos sob a coordenação do tutor do pólo.
  • Controle do movimento corporal; Curva do Crescimento Humano: elaboração e utilização; Desenvolvimento motor: fases, características e comportamentos; Ampulheta de Gallahue; Definições de habilidade, classificação de habilidades motoras, fases de aprendizagem, análise de tarefas; Processo de aquisição, retenção e transferência de uma habilidade motora; Aprendizagem Motora: teorias e conceitos; Conceitos e estimulação dos elementos psicomotores; Programas de intervenção por meio da Aprendizagem Motora; Andragogia e aprendizagem motora; idoso: desenvolvimento físico, cognitivo e psicossocial; Avaliação da marcha
  • Introdução a Cinesiologia; Mecânica articular e muscular e sistema nervoso; Cinesiologia da coluna vertebral; Exercícios em cadeia cinética aberta e fechada; Cinesiologia dos membros superiores e inferiores; Avaliação funcional; Composição corporal; Planejamento de avaliações; Avaliação da aptidão física; Ergometria/calorimetria; Exame Físico da Massa Muscular; Avaliação física para o idoso.
  • Introdução à Fisiologia; Fundamentos da fisiologia humana; Neurofisiologia; Função motora; O Coração e o Ciclo Cardíaco; Regulação da Pressão Sanguínea; Funções e processos digestórios; O sistema respiratório; Fisiologia do sistema tegumentar; Fisiologia renal; Fisiologia da reprodução; Conceitos introdutórios em fisiologia do exercício.
  • Língua Brasileira de Sinais: uma conquista histórica. Aquisição e Desenvolvimento da Linguagem para crianças surdas História de Educação de Surdos. Surdez: conceitos, causas e políticas de prevenção. LIBRAS Comunidade, Cultura e identidade surda. Propostas educacionais e sociais direcionadas à pessoa surda.
  • Identidade pessoas e social; Memórias; Perscpectivas pessoais e profissionais; Convivência Social.Engajar-se, profissionalmente, com as famílias e com a comunidade.Conhecer os contextos de vida dos estudantes, reconhecer suas identidades e elaborar estratégias para contextualizar o processo de aprendizagem. Articular estratégias e conhecimentos que permitam aos estudantes desenvolver as competências necessárias, bem como favoreçam o desenvolvimento de habilidades de níveis cognitivos superiores
  • Iniciação Científica. Projetos de Pesquisa. A pesquisa na vida acadêmica e na profissão. Conhecendo as práticas de: Apresentação de trabalhos em congressos, seminários e encontros de Iniciação Científica; Participação na organização e execução de eventos acadêmicos; Participação em grupos de estudos sob a coordenação do tutor do pólo.
  • Contexto histórico e social das deficiências; Política pública de inclusão; Características da pessoa com deficiência física ou motora e o benefício do esporte e atividade física; Deficiência Motora; Deficiência Visual; Deficiência Auditiva; Deficiência Intelectual; Fatores que interferem no crescimento, desenvolvimento motor e envelhecimento em pessoas com deficiência (motora, intelectual, auditiva e visual); Características da pessoa com deficiência intelectual e autismo e os benefícios do esporte e atividade física; Jogos Olímpicos e Paralímpicos; Dança Adaptada; Basquete adaptado.
  • Exercício, homeostase e metabolismo; Proteínas; Água; Vitaminas; Lipídeos; Transferência de Energia anaeróbica; Transferência de Energia Aeróbica; Efeitos fisiológicos agudos e crônicos do exercício físico sobre o sistema respiratório; Efeitos fisiológicos agudos e crônicos do exercício físico sobre o sistema digestório; Efeitos da atividade motora no sistema neuromuscular; Efeitos fisiológicos agudos e crônicos do exercício físico sobre o sistema cardiovascular; Ação muscular: concêntrica, excêntrica e isométrica.
  • Introdução ao Atletismo; Treinamento e desenvolvimento técnico voltado ao atletismo; Provas de Corrida de Pista; Provas de Corrida de Campo; Provas de Arremessos e Lançamentos; Classificação das artes marciais; Potencial pedagógico das lutas; Natação; Esportes; Exercícios educativos para corrida; Esportes Ginásticos: teorias, objetivos e prática; Ginástica circense: teoria, objetivos e práticas.
  • Conceito de Primeiros Socorros; Montagem de caixa de Primeiros Socorros; Funções, Sinais Vitais e Sinais de Apoio; Lesões traumáticas I: ferimentos, hemorragias, queimaduras, afogamento; Lesões traumáticas II: traumas, entorses, luxações, fraturas, distensão, estiramento; Lesões clínicas: vertigens, desmaios, convulsão, infarto, parada cardiorrespiratória, acidente vascular encefálico; Avaliação primária; Emergências e urgências coletivas; Obrigatoriedade do profissional da saúde de prestar socorro; Noções de imobilização e transporte; Órgãos internacionais e importância da padronização; Conceito; legislação e papel do profissional de educação física.
  • Identidade pessoas e social; Memórias; Perscpectivas pessoais e profissionais; Convivência Social.Engajar-se, profissionalmente, com as famílias e com a comunidade.Conhecer os contextos de vida dos estudantes, reconhecer suas identidades e elaborar estratégias para contextualizar o processo de aprendizagem. Articular estratégias e conhecimentos que permitam aos estudantes desenvolver as competências necessárias, bem como favoreçam o desenvolvimento de habilidades de níveis cognitivos superiores
  • A partir de atividades integradas de ensino em Recreação e Lazer: gerar e socializar conhecimento; elaborar conceitos; formar opinião; promover eventos de integração entre atividades de ensino/pesquisa de alcance e abrangência comunitária; promover parcerias na relação universidade/comunidade. Conhecimento dos elementos técnicos que envolvem a recreação e o lazer na área de Educação Física
  • Iniciação Científica. Projetos de Pesquisa. A pesquisa na vida acadêmica e na profissão. Conhecendo as práticas de: Apresentação de trabalhos em congressos, seminários e encontros de Iniciação Científica; Participação na organização e execução de eventos acadêmicos; Participação em grupos de estudos sob a coordenação do tutor do pólo.
  • : Estudo da composição química e fiísica das substâncias fundamentais da matéria viva, incluindo características, propriedades e funçoes, além do estudo dos aspéctos bioquímicos e físicos dos processos de digestão, absorção e metabolismo dos nutrientes.
  • O que é Estatística?; Organização de Dados: Tabelas e Gráficos; Medidas de Posição: Média, Mediana e Moda; Distribuições de Probabilidade: Esperança Matemática, Variância e Desvio-Padrão; Distribuições Discretas de Probabilidade: Binomial e Poisson; Teoria da Amostragem; Tipos de Amostragem; Estimação de Parâmetros ;Propriedades dos Estimadores; Níveis de Confiança; Testes de Hipóteses Paramétricos; Testes Relativos à Média e a Proporções (Grandes e Pequenas Amostras)
  • Disciplina teórica-prática de caráter especifica que trata sobre o desenvolvimento de uma visão geral de diagnóstico, planejamento e aplicação da Ginástica Laboral pelo profissional de Educação Física, suas particularidades e adequação ao funcionamento das empresas. Fundamentos e conteúdos da Ginástica Laboral para saúde e segurança do trabalhador. Metodologia e técnicas de um Programa de Atividade Física na Empresa. Ergonomia. Avaliações. Princípios do Treinamento Físico, Fisiológico e Biomecânico relacionados às atividades laborais. LER/DORT. Legislação. Programas e pesquisas em Atividade Física na Empresa.
  • Procedimentos e fundamentos técnicos, científicos, metodológicos e pedagógicos que conduzam à elaboração e prescrição de programas de treinamento de força visando o desenvolvimento da aptidão física, estética corporal, saúde e qualidade de vida. análise da evolução do treinamento contra resistência ou treinamento resistido até o contexto atual, com intuito de descrever os fatores que compõem a sua prescrição, assim como, verificar a influência do desenvolvimento da força muscular nas demandas que o universo da educação física pode interferir.
  • Princípios gerais quanto ao ensino e a prescrição das atividades aquáticas: hidroginástica, hidroginástica para grupos especiais, deep runner, ciclismo aquático, natação para bebês, crianças, adolescentes.
  • Levantamento e análise das características da EntidadeCampo: clubes, academias e empresas relacionadas à recreação e ao lazer. Plano de trabalho: planejamento, organização, execução e avaliação. Relatório. Intervenção Supervisionada e/ou Orientada. visualização do atual mercado de trabalho no segmento da recreação e do lazer.
  • Considerações histórico e adaptações fisiológicas do Ciclismo de Academia e Ginástica Localizada. Estrutura de aulas de atividades coletivas relacionadas a saude e a qualidade de vida; Atividades neuromusculares e atividades cardiorespiratorias: Biomecanica, Fisiologia e Treinamento Desportivo aplicados as atividades coletivas.
  • Saúde, sociedade, condições de vida, quadro sanitário brasileiro, transição demográfica. Processo saúde-doença, prevenção e promoção de saúde. Evolução histórica da saúde pública e saúde coletiva; modelos assistenciais de saúde no Brasil. Vigilância em Saúde. Políticas públicas de atenção à saúde, vulnerabilidade social; grupos minoritários, populações negra e indígena, pessoas com deficiências e mobilidade reduzida. Estratégias de organização das ações do sistema de saúde e implantação de programas de saúde nos municípios. Gestão política do sistema de saúde e participação popular.
  • Atividade física nas condições crônico-degenerativas; Hipertensão; Cardiopatias; Diabetes mellitus; Obesidade; Doenças respiratórias. Exercício físico nas condições crônicas não transmissíveis; Prescrição de exercícios para individuos com Transtornos de neurodesenvolvimento; Saúde Mental; Idosos e Gestantes.
  • Atividades de estágio que propiciem ao professor/profissional em formação o contato com experiências, práticas e conhecimentos próprios ao campo profissional referente a organização e desenvolvimento de exercícios físicos no ambiente de academias ou studios de personal trainer.
  • Conceitos de nutrição integrados à prática da principal abordagem o estudo dos nutrientes, suas funções e fontes relacionando estes à prática de esportes. A Integração do metabolismo energético e as repercussões da alimentação sobre a prática de atividade física. o estudo da relação do alimentação com o controle do peso, os transtornos alimentares, a influência da Nutrigenômica e Programação Metabólica; e os recursos ergogênicos utilizados para praticantes de esportes.
  • O processo de formação de treinadores esportivos, desde as categorias de iniciação à especialização de uma determinada modalidade esportiva. identificar as estruturas responsáveis para a atuação efetiva do treinador num ambiente complexo e dinâmico de treinamentos e competições, evolução do treinamento esportivo e conhecimento das escolas modernas, bem como estudo e análise dos fatores que intervêm no desenho e organização dos programas de rendimento, levando ao aluno a utilizar meios de diagnosticar, desenvolver, controlar e avaliar um programa. no qual requer várias competências profissionais.
  • Contexto histórico e social das deficiências. Da exclusão à inclusão: aspectos históricos. O Direito à inclusão. A positivação dos Direitos Humanos na Constituição Federal de 1988. A Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. A Legislação Educacional Contemporânea: a constituição e a educação como direito. Política pública de inclusão. Diretrizes para a Educação Inclusiva no Brasil. Leis de amparo à pessoa com deficiência. Lei Nº 10.098 – Acessibilidade (2000). Atendimento Educacional Especializado: Discutindo Legislações. Tecnologia e Educação Inclusiva.
  • Como o cérebro aprende, armazena informações, métodos pedagógicos e o uso correto de recursos de ensino. O professor como motivador e incentivador da aprendizagem. Planejamento de ensino. Importância dos objetivos de ensino e tipos de objetivos. Seleção e organização de conteúdos.
  • Identificação e análise das teorias, da saúde e da organização do trabalho do profisisonal de Educação Física; . Investigação de problemáticas significativas da organização geral de instituições públicas e/ou privadas articuladas com a educação física nas áreas ligadas à saúde. Planejamento, desenvolvimento e avaliação de projetos desenvolvidos nos campos de intervenção do profissional de Educação Física direcionados à saúde concepções teórico-metodológicas de saúde em educação física e esporte dentro de uma análise histórico-epistemológica, refletindo os papeis da educação física na Atenção Básica a partir do Nucleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) e os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS).
  • Observação, Avaliação e prescrição de exercícios nos diferentes ciclos de vida, considerando sujeitos em diferentes contextos e condições de saúde.
  • A investigação científica como um processo da construção do conhecimento e sua operacionalização na área da Educação Física. Estudo investigativo: procedimentos técnicos e ético-legais inerentes ao desenvolvimento da pesquisa e preparo para apresentação, avaliação e divulgação do estudo. Produção do Trabalho Final.

Diferenciais

  • Seja aluno do curso de Educação Física CENSUPEG e conheça tudo o que há de mais moderno em Educação.

  • Aprenda sobre Neurociências, Metodologias Ativas, Educação 5.0 e Gamificação na Educação.

  • Inicie sua Faculdade com parcelas de R$ 99,00.

  • Seja formado pela CENSUPEG, a maior e melhor Instituição na área da Neuropsicopedagogia no Brasil

  • Gerencie o seu tempo e ganhe flexibilidade de estudos.

  • Seu certificado é emitido pela Faculdade que é nota MÁXIMA (5) no MEC.

  • Faça parte da nova era da Educação e descubra as melhores estratégias de aprendizagem para a nova geração.

  • Sempre um Professor Referência Junto de Você, aqui você nunca está sozinho

  • A única com um Gestor de Sucesso Acadêmico (GSA) para lhe orientar e acompanhar durante todo o curso

  • Em toda Aula você terá o “Na Prática”, associado diretamente à sua futura atuação profissional

  • Só Aqui você terá os PIPAs – PROJETOS INOVADORES PROFISSIONAIS DE APRENDIZAGEM, nos quais você aprende a trabalhar por Projetos e desenvolver competências que o mercado de trabalho exige para o futuro, indicado pelo Fórum Econômico Mundial

  • No Programa CONECTATIVOS você terá acesso a palestrantes de grande referência e receberá certificados para compor seu currículo


Supervisor Técnico


Prof. Dr. Fabrício Bruno Cardoso

Doutor em Ciências Biológicas (Biofísica) na Universidade Federal do Rio de Janeiro (2018). Mestre em Ciência da Motricidade Humana. Atualmente é coordenador do Curso de Educação Física e Líder do Laboratório de Inovações Educacionais e Estudos Neuropsicopedagógicos - LIEENP da Faculdade CENSUPEG; professor convidado da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Autor de mais de 30 trabalhos na área de Neuropsicopedagogia, Neurociências e Educação; duas vezes vencedor do prêmio Dica de mestre categoria Educador no congresso Aprender Criança, um dos maiores congressos de neurociências e educação da América Latina.