Fisiologia do Exercício com Ênfase em Grupos Especiais

Pós-Graduação Presencial

Apresentação

O curso de Pós-Graduação em Fisiologia do Exercício com Ênfase em Grupos Especiais tem como objetivo capacitar profissionais para atuar com competência e compromisso no magistério de ensino superior, em clubes, entidades esportivas através do aprofundamento de conhecimentos atualizados, de modo a atender as crescentes exigências e expectativas do mercado de trabalho existente e futuro, fundamentos nas mais recentes investigações da Educação Física e da Fisiologia do Exercício, Treinamento Funcional e Grupos Especiais.

Objetivos do Curso: 
*Capacitar profissionais para atuar com competência e compromisso no âmbito da atividade física.
* Atender as crescentes exigências e expectativas do mercado de trabalho existente e futuro.
* Qualificar profissionais em Fisiologia do Exercício em Grupos Especiais.

Público-Alvo: 
Graduados em Educação Física (Licenciatura e Bacharelado), Fisioterapeutas, Nutricionistas e profissionais da área da Saúde.

Formato do curso: 
As Aulas acontecem aos sábados e domingos, uma vez ao mês, das 8 às 18h.



Disciplinas

  • Conceitos da fisiologia da atividade física. Metabolismo energético e transferência de energia no exercício. Consumo de energia durante o repouso e no exercício físico. Adaptações cardiorrespiratórias e neuromusculares no exercício físico. Respostas agudas e crônicas do sistema cardiorrespiratório e neuromuscular ao exercício físico em diferentes intensidades. Resposta ao exercício em ambientes diversos.
  • Estudo da organização funcional dos neurônios e a respostas neurais, químicas e fisiológicas após realização dos movimentos e exercícios físicos de cada dos segmentos corporal. Também a relação com a aprendizagem motora através do sistema nervoso central e periférico na alteração do funcionamento dos sistemas induzidos pelos exercícios funcionais.
  • Princípios gerais na avaliação e prescrição de exercícios. Avaliação da aptidão física: testes de campo e de laboratório; máximos e submáximos; diretos e indiretos. Avaliação preliminar de saúde e classificação de risco. Avaliação e prescrição de exercícios para aptidão cardiorrespiratória, força e resistência muscular, flexibilidade e composição corporal. Programas (softwares) de avaliação e prescrição de exercícios. Aderência em programas de exercícios.
  • Fundamentos e Estruturação do Treinamento personalizado físico e Funcional para indivíduos especiais. Programa de Atividades adaptadas para grupos diferenciados: obesos, cardíacos, gestantes, asmáticos, deficientes, transtornos mentais e outros. Indicações, contraindicações e aplicação médica. Implementação de equipamentos e espaço físico.
  • Introdução e estudo das linhas de atuação da biomecânica. Adaptação e evolução do sistema locomotor. Conceitos de cinemática, cinética e dinâmica. Biomecânica óssea e muscular e articular. Análises qualitativas e quantitativas do movimento humano
  • Estudos do processo do envelhecimento humano nos aspectos físicos, biológicos e psicossociais e suas relações com a Educação Física. O lugar e a presença dos idosos na diversidade sociocultural; Idosos: identidade etária e cultural, relações de etnia e de gênero; a produção cultural para os idosos e a produção de cultura pelos idosos. Princípios do Treinamento Desportivo. Fundamentos do Treinamento de Força, Resistência e Flexibilidade. Condicionamento Desportivo para Idosos.
  • Anatomia dos sistemas cardiovascular-respiratório; Interação do sistema cardiovascular-respiratório com outros sistemas corporais. Principais modificações dos sistemas cardiovascular-respiratório do repouso ao esforço físico; Adaptações crônicas mais pronunciadas realizadas pelo treinamento físico e Sistema cardiovascular e a performance humana. Identificar exercícios físicos específicos para os portadores de doenças cardiovasculares a partir do conhecimento sobre as cardiopatias mais prevalentes e suas repercussões sobre a saúde e aptidão física. Estabelecer parâmetros de segurança e especificidade para a escolha de exercícios adequados ao cardiopata e ou ao hipertenso.
  • Estudo e caracterização das doenças neurodegenerativas e cerebrovasculares e seus respectivos panoramas epidemiológicos no Brasil e no mundo. Fisiopatologia das referidas doenças e o efeito das atividades físicas aeróbicas e resistidas no processo de reabilitação. Recomendações para prescrição e prática de atividades físicas para prevenção primária e secundária.
  • Discutir e analisar os efeitos do exercício físico sobre os sistemas fisiológicos e psicológicos do organismo humano. Apresentar subsídios científicos para o desenvolvimento de programas de atividades físicas para portadores de transtornos mentais e neuropsicopatologias (TDAH, TOC, Autismo entre outros...). Tipos de atividade física. Testes e exercícios físicos em programas de atividade física. Educação para a atividade física na promoção de saúde dessa população.
  • Visão holística do crescimento e desenvolvimento da criança e do adolescente e sua inserção na sociedade. Influência dos fatores determinantes sobre o crescimento físico, desenvolvimento cognitivo e emocional a curto, médio e longo prazo. Estudo dos métodos de avaliação do crescimento e desenvolvimento na infância e adolescência. Estudo dos aspectos fisiológicos do crescimento e desenvolvimento humano com vistas à prática de exercícios físicos. Estudo dos métodos de prescrição de treinamento físico para crianças e adolescentes.
  • Estudo das principais alterações de ordem morfo-anátomofisiológicas observadas durante a gravidez. Considerações e efeitos funcionais e fisiológicos da prática da atividade física durante a gestação sobre a saúde da gestante e da criança durante e pós o estágio gestacional.
  • Estudo e aplicação dos conceitos, terminologias, capacidades e necessidades da pessoa portadora de deficiência (auditiva, visual, física,). A disciplina se propõe, também, a trabalhar em Elaboração e dinamização de programas de atividade física para essa clientela.
  • O papel da Educação Física na promoção da Saúde das populações. O sedentarismo como fator de risco para a saúde. O exercício físico no tratamento e reabilitação de doenças. Introdução a conceitos em epidemiologia. Tipos de estudos epidemiológicos. Formas de identificação do nível de Atividade física na população.
  • Prescrição do Treinamento HIIT para diferentes Grupos Populacionais e Objetivos de Treinamento através de protocolos validados cientificamente.
  • Conjunto de atividades físicas a partir de fundamentos das mais diversas modalidades de de luta, como o muay thai, o boxe, jiujitsu. Principais benefícios das artes marciais.
  • Desmaios (sincope). Crise convulsiva. Afogamento. Choque. Noções de imobilização e transporte. Protocolos iniciais, biomecânica e cinemática de trauma
  • Discute o desenvolvimento humano e aspectos relacionados a aprendizagem para organização da prática docente em âmbito acadêmico, considerando a didática como princípio de organização técnica-pedagógica. Apresenta formas de organização de planejamento, ensino e avaliação de conteúdo, focando no trabalho com as Metodologias Ativas de Aprendizagem. Estas, por sua vez, possibilitam que os estudantes sejam autores e pesquisadores no seu processo de construção de conhecimento.
  • Aborda as diferenças entre os tipos de conhecimento, colocando os diferenciais do conhecimento científico e como funciona a sua produção através de diferentes Métodos e técnicas de pesquisa. Apresenta processos de análise de fatos, dados, teorias e revisão literária, apontando como elaborar um texto científico, considerando os padrões éticos de pesquisa e autoria, de acordo com as normas da ABNT.
  • Ciência e produção do conhecimento. Conceitos e concepções de pesquisa. A pesquisa como princípio científico. Pesquisa: abordagem quantitativa e qualitativa. Método e metodologia. Métodos de pesquisa. A capacidade de comunicar a pesquisa através da escrita científica. A satisfação pessoal através da autonomia da escrita.

(*) Estas disciplinas acontecem pautadas na Metodologias Inovadoras de Aprendizagem e são oferecidas no AVA – Ambiente Virtual de Aprendizagem acadêmico.

(**) O Módulo opcional estará disponível no portal do acadêmico, mediante rematrícula no curso e aceite em Contrato de Prestação de Serviços com valores adicionais.

Diferenciais

  • Aulas presenciais com as maiores referências na área.

  • Seu certificado emitido pela Faculdade que é nota MÁXIMA (5) no MEC.

  • Corpo docente de diferentes regiões do Brasil composto por mestres e doutores em sua maioria.

  • Curso com a qualidade CENSUPEG, instituição reconhecida por ter uma das maiores e melhores estruturas de pós-graduação na modalidade presencial do Brasil.


Supervisor Técnico


Prof. Dr. Fabrício Bruno Cardoso

Doutor em Ciências Biológicas (Biofísica) na Universidade Federal do Rio de Janeiro (2018). Mestre em Ciência da Motricidade Humana. Atualmente é coordenador do Curso de Educação Física e Líder do Laboratório de Inovações Educacionais e Estudos Neuropsicopedagógicos - LIEENP da Faculdade CENSUPEG; professor convidado da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Autor de mais de 30 trabalhos na área de Neuropsicopedagogia, Neurociências e Educação; duas vezes vencedor do prêmio Dica de mestre categoria Educador no congresso Aprender Criança, um dos maiores congressos de neurociências e educação da América Latina.