História e Cultura Afro-Brasileira

Pós-Graduação EAD

Apresentação

A Pós-Graduação em História e Cultura Afro-Brasileira visa especializar profissionais do ensino para a incorporação das temáticas relacionadas a cultura africana e afro-brasileira. Ademais, o curso provê o conhecimento da História e Cultura dos Afrodescendentes, visando aprimorar os ensinamentos sobre o tema superando as visões tradicionais.

Objetivos:
Permitir ao educador e demais profissionais interessados pelo tema, obter o conhecimento das regulamentações que dispõe sobre o ensino de História da África e da Cultura Afro-brasileira. Outrossim, os alunos deste curso terão uma visão integrada acerca da história e da cultura da África e do Brasil, com a relevância necessária da integração dos negros nas áreas social, econômica, cultural e política.

Público-alvo:
Educadores das redes pública e privada, profissionais da educação e demais pessoas que demonstrem interesse pelo tema.

Formato do curso:
Conteúdo 100% on-line.
Aulas gravadas.
Materiais das aulas disponíveis para download.
Inicie o curso em até 7 dias após a confirmação da sua matrícula.

Disciplinas

  • Análise sobre a historiografia africana: fontes de pesquisa e os debates teórico-metodológicos. Estudo sobre a presença humana no continente africano e a história da África: da Pré-História à Antiguidade. Religiosidade africana: Orixás, Islamismo e Cristianismo. A dinâmica escravista no Continente Africano. A África no contexto da expansão mercantil. O processo de colonização e a diáspora africana nas Américas. Neocolonialismo e a partilha da África. Os processos de independência.
  • Conceito de educação e a diversidade curricular. A formação docente e perspectivas de atuação. Histórico, legislação e as políticas públicas de avaliação nos níveis de ensino. Modalidades de ensino, finalidades, objetivos e características curriculares. Variadas modalidades de ensino e especificidades. O panorama brasileiro da diversidade da educação e as ações para a universalização de acesso à educação.
  • Questão racial: africanidades e democracia. Parâmetros culturais negro-africanos. Tecnologia africana no Brasil. O escravismo. Resistência negra: dos quilombos ao movimento negro contemporâneo. Branquitude. Racismo, gênero e diversidade. Violência racial. Consciência negra.
  • Estudos da história (aspectos da colonização e da independência), da cultura e da literatura dos cinco países africanos de língua portuguesa (Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau, Angola e Moçambique). Estudos sobre a história, a cultura e os modos de vida contemporâneos dos povos indígenas no Brasil. Situação dos afro-brasileiros e dos indígenas no Brasil na contemporaneidade.
  • Resgaste histórico da trajetória da educação brasileira, desde a Constituição Federal de 1988 até a atualidade com as Políticas Nacionais de Educação (PNE 2014-2024). Tensões, contradições, continuidades, adaptações e rupturas que caracterizam as políticas educacionais de diferentes períodos. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n. 9.394/96). Legislação educacional no âmbito nacional: Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil e para o Ensino Fundamental; reforma do Ensino Médio; Base Nacional Comum Curricular; Plano Nacional de Educação.
  • Reflexão sobre o contexto das transformações que ocorrem nas instituições de ensino; exigência de múltiplas competências, habilidades e atitudes dos professores; relacionamento interpessoal e gestão de conflitos; planejamento estratégico e gerenciamento da carreira profissional; tecnologia a serviço da educação; formação continuada do professor; professor empreendedor.
  • Educação para as relações étnico-raciais. Conceitos de raça e etnia, mestiçagem, racismo, preconceito e discriminação. A questão da identidade brasileira na conjunção entre raça, povo e nação. História da África Lusófona. História e historiografia indígena. Situação atual dos povos indígenas. Legislação e Políticas de afirmação. Currículo e políticas curriculares.
  • De acordo com a ONU Brasil: “Os direitos humanos são direitos inerentes a todos os seres humanos, independentemente de raça, sexo, nacionalidade, etnia, idioma, religião ou qualquer outra condição.” Incluem-se “o direito à vida e à liberdade, à liberdade de opinião e de expressão, o direito ao trabalho e à educação, entre e muitos outros. Todos merecem estes direitos, sem discriminação.” Este material traz uma noção geral dos direitos humanos, instrumentalizando e conscientizando o aluno como aluno, profissional, cidadão e ser humano.