Letras Língua Portuguesa

Graduação EAD

Apresentação

Para que qualquer pessoa aprenda uma língua, é necessário um professor que intermedeie esse processo. Esse profissional vem do curso de Letras. No âmbito acadêmico, além de dar aulas, existe a possibilidade de elencar o grupo de pesquisadores. É um profissional muito solicitado em editoras, participando de formulações de textos editoriais e revisões. Entre tantas atribuições, o profissional de Letras é qualificado para trabalhar como tradutor e intérprete. Principalmente, quando se tratar de língua, é necessário estudo e treino constantes.

O curso de Letras da Faculdade CENSUPEG está em total consonância com as exigências das Diretrizes curriculares nacionais dessa graduação, assim como com todas as abordagens voltadas para um acadêmico pronto para as exigências do mercado.

Os cursos de licenciatura da Faculdade Censupeg são alinhados com novos letramentos, com currículo atualizado com a BNCC e matrizes curriculares interdisciplinares com aprendizagem baseada em projetos e neurociências.

Grau Acadêmico:
Licenciatura.

Mercado de Trabalho: 
Docência, Revisão Textual, Ensino e Pesquisa, Editoração, 
Tradução e Interpretação.



Disciplinas

  • Comunicação, expressão e diversidade linguística; Comunicação oral; Comunicação escrita; Eficácia na comunicação escrita; Funções de linguagem; Linguagem verbal e não verbal; Elaboração de respostas subjetivas; A construção do parágrafo padrão; Pontuação; Vícios de linguagem; Redundâncias; O texto como atividade de linguagem/ interação.
  • História da ética. Conceito e Princípios da Ética. A ética na construção pessoal, social, histórica e cultural. Razões morais em contexto. Responsabilidade Social (Ética aplicada à comunicação). Desigualdade, diversidade e direitos no Brasil contemporâneo. Cidadania, participação política, social e popular. Empreendedorismo social. Histórico de educação ambiental. Política nacional do meio ambiente e sistema nacional do meio ambiente Principais questões ambientais no Brasil e no mundo (Ênfase em agronegócio). Direitos humanos, diversidade e sustentabilidade.
  • Ciência e conhecimento científico. Introdução ao Método de Pesquisa. Apresentação de pesquisa. A natureza do conhecimento. Ética na pesquisa. Tipos de pesquisa. Técnicas de pesquisa. Planejamento e projeto de pesquisa. Contextualização de pesquisa. Análise de Dados e Métodos de Coleta. Hipóteses de pesquisa. Normas da ABNT.
  • Ética; Papel do professor; Educação como processo humano; Ética profissional; Ética no mundo digital; Escola; A Função Social do Ensino; A escola como promotora da educação para e na cidadania; As relações entre professor/aluno no processo de ensino e aprendizagem; Aprendizagem e Conhecimento; A formação dos profissionais da Educação; Aprendizagens colaborativa e cooperativa.
  • Por que uma disciplina de Projeto? Como acontece a disciplina de Projeto? Linha do tempo; Identidade pessoas e social; Memórias; Perspectivas pessoais e profissionais; Convivência Social. Engajar-se, profissionalmente, com as famílias e com a comunidade. Conhecer os contextos de vida dos estudantes, reconhecer suas identidades e elaborar estratégias para contextualizar o processo de aprendizagem. Articular estratégias e conhecimentos que permitam aos estudantes desenvolver as competências necessárias, bem como favoreçam o desenvolvimento de habilidades de níveis cognitivos superiores.
  • Conceituando Didática. Fundamentos do Planejamento. Procedimentos do Ensino. Inteligência, Aprendizagem e Construção do Conhecimento. Aplicar estratégias de ensino diferenciadas que promovam a aprendizagem dos estudantes com diferentes necessidades e deficiências, levando em conta seus diversos contextos culturais, socioeconômicos e linguísticos. Adotar um repertório adequado de estratégias de ensino e atividades didáticas orientadas para uma aprendizagem ativa e centrada no estudante. Sequenciar os conteúdos curriculares, as estratégias e as atividades de aprendizagem com o objetivo de estimular nos estudantes a capacidade de aprender com proficiência.
  • Filosofia e Filosofia da Educação. Pressupostos filosóficos que fundamentam as concepções de educação. O homem e suas relações com o mundo. A articulação das reflexões filosóficas com os avanços científicos nas áreas que são objeto de estudo do curso. Introdução ao estudo da História da Educação. A sociedade brasileira no Período Colonial e a ação pedagógica dos Jesuítas. A Reforma Pombalina e suas consequências no sistema colonial de ensino. A institucionalização do ensino e a legislação educacional do Império. Modificações no sistema educacional com a implantação da República, no Brasil. As principais mudanças educacionais durante o governo de Getúlio Vargas. A Constituição de 1946 e seus reflexos no sistema educacional brasileiro. O Estado Militar e educação brasileira. As perspectivas atuais da educação no sistema político vigente.
  • Introdução ao estudo das políticas públicas em educação; No Brasil: o percurso legal das políticas educacionais; Políticas públicas na educação; Organizações políticas na educação brasileira; Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira: aspectos históricos; Gestão dos processos educacionais; A Educação na atualidade, desafios e possibilidades; Novas Exigências Educacionais e Profissão Docente; Princípios da gestão educacional; Pesquisando Política Educacional: o ciclo de políticas ; Políticas Públicas para a Educação Infantil; A Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva.
  • A psicologia da educação e seus elementos essenciais; A condição da ciência psicológica como fundamento da Educação; Psicologia Educacional como ferramenta para um Ensino Eficiente I; Teorias da Aprendizagem; Processos Psicológicos da Aprendizagem; Abordagem sociocognitiva e comportamental I; Contextos Sociais e desenvolvimento socioemocional I; Desenvolvimento cognitivo e de linguagem I; Desenvolvimento cognitivo e de linguagem II; Variações Individuais I; Variações Individuais II; Temas em Psicologia da Educação: motivação, percepção, inteligência, vida afetiva, representações sociais e identidade.
  • Aspectos históricos dos processos avaliativos da aprendizagem; Avaliação I; Avaliação II; Avaliação Diagnóstica; Avaliação Formativa; Avaliação Somativa; Avaliação do Rendimento Escolar da Educação Básica; Principais instrumentos de desenvolvimento e aprendizagem; A avaliação nos documentos legais e políticos da educação infantil; A avaliação em projetos de Trabalho; Avaliar por meio de portfólios; O repensar na avaliação frente aos processos de ensino-aprendizagem num contexto de constantes transformações.
  • Conhecer os documentos norteadores da estrutura e organização da escola: Plano de desenvolvimento da Escola (PDE), Regimento Escolar, Projeto Político Pedagógico/ Proposta Pedagógica e os espaços escolares com seus profissionais e respectivas funções. Planejamento no cotidiano da gestão escolar. Os recursos usados para gerir e planejar o desempenho do ambiente escolar.
  • Meu curso, meu projeto, minha evolução. Professor de Língua Portuguesa: que competências, habilidades e atitudes são necessárias para desempenhar este ofício? Gênero Discursivo: Entrevista a um professor de Língua Portuguesa.
  • Língua Brasileira de Sinais: uma conquista histórica. Aquisição e Desenvolvimento da Linguagem para crianças surdas. História de Educação de Surdos. Surdez: conceitos, causas e políticas de prevenção. Libras como língua natural e Português como segunda língua. Língua Brasileira de Sinais: aspectos linguísticos e gramaticais. Comunidade, Cultura e identidade surda. Propostas educacionais e sociais direcionadas à pessoa surda.
  • A escola como sistema social; Criatividade e Inovação nas Organizações; A identidade do pedagogo e espaços sociais de trabalho; Qualidade e produtividade no sistema educacional; Plano de ação: apoio ao desenvolvimento curricular; O envolvimento das famílias no planejamento da escola.
  • Questões de gênero; Identidades de Gênero. Gênero. Sexo e sexualidade. Os conceitos históricos da família. O corpo e as formas de subjetivação. Minorias Sociais. Políticas públicas voltadas às mulheres. Promoção da igualdade de gênero e de orientação sexual. O processo histórico da constituição dos direitos humanos. Declaração Universal dos Direitos Humanos. Direitos humanos. Identidade e Alteridade. Direitos humanos e trabalho
  • Fundamentos conceituais do currículo; Os tipos de currículo; Currículo e Plano de Ensino; O currículo no ambiente institucional escolar; O currículo na perspectiva do enfoque globalizador; Currículo e educação por competências; Organização do currículo por projetos de trabalho; O currículo na perspectiva da SOCIEDADE DE EDUCAÇÃO, CULTURA E TECNOLOGIA SÃO FIDÉLIS LTDA - EPP CNPJ: 10.158.686/0001-05 Portaria de Recredenciamento nº 768 de 22 de junho de 2017 – DOU de 23 de junho de 2017 Retificada na DOU de 12 de setembro de 2017. 101 integração; A seleção de conteúdos para o currículo; Um currículo em ação; Currículo e Gênero; A transdisciplinaridade e a organização do currículo.
  • O contexto sócio- cultural e seus impactos na formação do profissional e na sua carreira pedagógica, colaborando para a diversificação dos temas de inclusão na sala de aula. A cultura política e a história da inclusão escolar. Os processos de implementação da proposta de educação inclusiva no sistema escolar, a dinâmica da inclusão no cotidiano; princípios norteadores da educação inclusiva e adaptações curriculares; Diversidade em sala de aula como fator preponderante para a efetivação da educação inclusiva.
  • Meu curso, meu projeto, minha evolução. Professor de Língua Portuguesa: que competências, habilidades e atitudes são necessárias para desempenhar este ofício? Gênero Discursivo: Entrevista a um professor de Língua Portuguesa.
  • Iniciação Científica. Projetos de Pesquisa. A pesquisa na vida acadêmica e na profissão educador. Conhecendo as práticas de: SOCIEDADE DE EDUCAÇÃO, CULTURA E TECNOLOGIA SÃO FIDÉLIS LTDA - EPP CNPJ: 10.158.686/0001-05 Portaria de Recredenciamento nº 768 de 22 de junho de 2017 – DOU de 23 de junho de 2017 Retificada na DOU de 12 de setembro de 2017. 103 *Apresentação de trabalhos em congressos, seminários e encontros de Iniciação Científica *Participação na organização e execução de eventos acadêmicos; *Participação em grupos de estudos sob a coordenação do tutor do pólo; *Participação em congressos, simpósios e seminários na área de Ciências Humanas *Participação em atividades de vivência junto a movimentos sociais ou em projetos.
  • Noções gerais de Linguística, Sociolinguística, Psicolinguística, de Gramática e suas contribuições para o estudo da Língua Materna. Concepções de Linguística Aplicada, de Linguagem e de Gramática. Princípios linguísticos básicos, variações linguísticas e níveis de linguagem. O ensino do Português na escola atual: análise de alguns fenômenos linguísticos e mudanças. Linguística Aplicada: Definições. Conceito de Linguística. Mudança linguística e condicionamentos linguísticos e sociais da variação.
  • A história da leitura: da produção sócio-histórica à entrada na escola. Abordagens didático-metodológicas nas práticas da oralidade. Propostas didático-metodológicas do ensino-aprendizagem dos conteúdos da Língua Portuguesa. O livro didático e paradidático e suas escolhas. Produção de texto, gramática e ortografia: uma proposta de interação. Livros Didáticos da Língua Portuguesa: história e usos. PCNs, Diretrizes e Propostas Pedagógicas Estadual e Municipal do Ensino da Língua Portuguesa. Estratégias de leitura: texto e intertextualidade. Estratégias de leitura: texto e contexto. Estratégia de leitura: leitura textual ou literal. O Cenário da Leitura no Brasil.
  • Introdução aos estudos teóricos da Análise do Discurso: origem e noções preliminares. Os modos de análise discursiva. Práticas de análise de discurso. Análise de conteúdo X análise do discurso. Informações implícitas. Vertentes em AD: análise crítica de discurso e análise de conteúdo. Gêneros do discurso. Formação discursiva: enunciado, história, interdiscurso e os gêneros do discurso. A noção de discurso: condições de produção, ideologia, formações imaginárias e efeitos de sentido. Linguagem, discurso, sujeito e subjetividade. O discurso e a ideologia.
  • O texto como atividade de linguagem/interação. Os modos de organização dos discursos. Domínio e gêneros discursivos: definição e funcionalidades. Coerência textual. Os gêneros textuais na construção social da leitura e da escrita. Tipos textuais: a estrutura das dissertações expositivas e argumentativas. Tipos textuais – a narração: elementos, estrutura e gêneros. Tipos textuais a descrição: elementos, estrutura e gêneros. Elaboração de respostas subjetivas. Gêneros discursivos literários. Tipologia Textual.
  • Teoria da comunicação: funções da linguagem. Teoria da comunicação: elementos da comunicação. História da semiótica. Semiótica: objetos e práticas de análise. Signo e cultura. Teoria semiótica do texto. Sentido, significação e significado. Linguagem verbal e não-verbal. Semiologia e o modelo linguístico: Saussure e Barthes. Conceitos de signo em Saussure e Peirce. Peirce e a tipologia triádica do signo. Sistemas simbólicos e semissimbólicos: sociossemiótica.
  • As TICs na escola. Os recursos tecnológicos mediadores da aprendizagem. Os processos de comunicação e suas ferramentas tecnológicas. O uso didático das TICs. Evolução das Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICs); As modificações provocadas pelo avanço da tecnologia; os recursos digitais como parte integrante de sua prática pedagógica; as ferramentas tecnológicas que são utilizadas pelo professor na sala de aula.
  • Meu curso, meu projeto, minha evolução. Professor de Língua Portuguesa: que competências, habilidades e atitudes são necessárias para desempenhar este ofício? Gênero Discursivo: Entrevista a um professor de Língua Portuguesa.
  • Iniciação Científica. Projetos de Pesquisa. A pesquisa na vida acadêmica e na profissão educador. Conhecendo as práticas de: *Apresentação de trabalhos em congressos, seminários e encontros de Iniciação Científica *Participação na organização e execução de eventos acadêmicos; *Participação em grupos de estudos sob a coordenação do tutor do pólo; *Participação em congressos, simpósios e seminários na área de Ciências Humanas * *Participação em projetos de monitoria; *Participação em atividades de vivência junto a movimentos sociais ou em projetos
  • Teoria literária e literariedade: funções e prerrogativas da Literatura. Estudo dos gêneros literários – o épico, o lírico, o narrativo e o dramático. Procedimentos de análise e SOCIEDADE DE EDUCAÇÃO, CULTURA E TECNOLOGIA SÃO FIDÉLIS LTDA - EPP CNPJ: 10.158.686/0001-05 Portaria de Recredenciamento nº 768 de 22 de junho de 2017 – DOU de 23 de junho de 2017 Retificada na DOU de 12 de setembro de 2017. 109 interpretação de textos dos diferentes gêneros e estilos literários. Literatura comparada. Panorama da Literatura Portuguesa: principais autores e movimentos literários.
  • Estudo da Literatura Brasileira: as Origens, o Barroco, o Arcadismo e o Romantismo em seus aspectos históricos, formais e socioculturais.
  • Realismo, Parnasianismo, Simbolismo, Pré-Modernismo, Fases do Modernismo e Literatura Contemporânea em seus aspectos históricos, formais e socioculturais.
  • Sociolinguística: história, conceitos básicos e princípios teóricos. Rede social, diversidade linguística e pluralidade cultural. Mudança linguística e ensino do português do Brasil. Língua e identidade, ideologia e poder. Mudança linguística e condicionamentos linguísticos e sociais da variação. Norma oral, norma escrita e fatores de unificação linguística. Os conceitos de sistema, norma, fala, sincronia e diacronia. Língua: fato sociolinguístico e diversidade. O campo de estudo da sociolinguística: dimensões e metodologias.
  • Conhecimento, proposição e problematização de práticas relativas ao profissional de Letras voltado para os Anos Finais do Ensino Fundamental. Intervenção Supervisionada e/ou Orientada. Relatório.
  • Aponta meios de conclusão do planejamento para a criação de um Projeto Educacional. Formas de ser trabalhado e direcionado o projeto educacional. Os modelos de projetos de acordo com cada modalidade da educação.
  • Meu curso, meu projeto, minha evolução. Professor de Língua Portuguesa: que competências, habilidades e atitudes são necessárias para desempenhar este ofício? Produção de um vídeo, relacionando a minha escolha profissional e dando ênfase ao tema Letramento.
  • Iniciação Científica. Projetos de Pesquisa. A pesquisa na vida acadêmica e na profissão educador. Conhecendo as práticas de: *Apresentação de trabalhos em congressos, seminários e encontros de Iniciação Científica *Participação na organização e execução de eventos acadêmicos; *Participação em grupos de estudos sob a coordenação do tutor do pólo; *Participação em congressos, simpósios e seminários na área de Ciências Humanas * *Participação em projetos de monitoria; *Participação em atividades de vivência junto a movimentos sociais ou em projetos
  • Estudo descritivo e explicativo da morfologia da língua portuguesa. Flexão e derivação. Análise mórfica e tipos de morfema. Produtividade lexical. Conceitos e interfaces: sintaxe e discurso/fonologia/morfologia/semântica/discurso. Sintaxe: abordagem histórica, termos e procedimentos analíticos. Sintaxe: tessitura e interpretação textual. Procedimentos de análise sintática no nível oracional. Procedimentos de análise sintática no nível supraoracional. Procedimentos de análise sintática no nível supraoracional: pontuação, regência, colocação e concordância.
  • Conhecimento, proposição e problematização de práticas relativas a atuação do Profissional de Letras voltado para o Ensino Médio. Intervenção Supervisionada e/ou Orientada. Relatório.
  • Meu curso, meu projeto, minha evolução. Professor de Língua Portuguesa: que competências, habilidades e atitudes são necessárias para desempenhar este ofício? Gênero Discursivo: Entrevista a um professor de Língua Portuguesa.
  • Iniciação Científica. Projetos de Pesquisa. A pesquisa na vida acadêmica e na profissão educador. Conhecendo as práticas de: *Apresentação de trabalhos em congressos, seminários e encontros de Iniciação Científica *Participação na organização e execução de eventos acadêmicos; *Participação em grupos de estudos sob a coordenação do tutor do pólo; *Participação em congressos, simpósios e seminários na área de Ciências Humanas * *Participação em projetos de monitoria; *Participação em atividades de vivência junto a movimentos sociais ou em projetos
  • Literatura Infanto-Juvenil: concepções, poesia, romance, conto, peça teatral, crítica, história em quadrinho, história em cordel. Concepção de gramática. O ensino de gramática. Práticas de ensino e avaliação de gramática. Propostas de atividades de leitura, produção textual e gramática. O cenário da leitura no Brasil. Práticas de ensino da escrita: ensino e avaliação. A adequação descritiva e explicativa da gramática tradicional. Concepções de linguagem, de gramática e de ensino. Letramento como prática social. Letramento e o ensino da língua materna.
  • Conhecimento, proposição e problematização de práticas relativas a atuação do profisisonal de Letras no Ensino Profissionalizante. Intervenção Supervisionada e/ou Orientada. Relatório.
  • Meu curso, meu projeto, minha evolução. Professor de Língua Portuguesa: que competências, habilidades e atitudes são necessárias para desempenhar este ofício? Gênero Discursivo: Entrevista a um professor de Língua Portuguesa.
  • Como o cérebro aprende, armazena informações, métodos pedagógicos e o uso correto de recursos de ensino. O professor como motivador e incentivador da aprendizagem. Planejamento de ensino. Importância dos objetivos de ensino e tipos de objetivos. Seleção e organização de conteúdos.
  • A investigação científica como um processo da construção do conhecimento e sua operacionalização na área da Educação Especial. Estudo investigativo: procedimentos técnicos e ético-legais inerentes ao desenvolvimento da pesquisa e preparo para apresentação, avaliação e divulgação do estudo.
  • Conhecimento, proposição e problematização de práticas relativas ao profissional de Letras na Educação de Jovens e Adultos. Intervenção Supervisionada e/ou Orientada. Relatório.
  • Meu curso, meu projeto, minha evolução. Professor de Língua Portuguesa: que competências, habilidades e atitudes são necessárias para desempenhar este ofício? Gênero Discursivo: Entrevista a um professor de Língua Portuguesa.

Diferenciais

  • Seja aluno do curso de Letras CENSUPEG e conheça tudo o que há de mais moderno em Educação.

  • Aprenda sobre Neurociências, Metodologias Ativas, Educação 5.0 e Gamificação na Educação.

  • Inicie sua Faculdade com parcelas de R$ 99,00.

  • Seja formado pela CENSUPEG, a maior e melhor Instituição na área da Neuropsicopedagogia no Brasil

  • Gerencie o seu tempo e ganhe flexibilidade de estudos.

  • Seu certificado é emitido pela Faculdade que é nota MÁXIMA (5) no MEC.

  • Faça parte da nova era da Educação e descubra as melhores estratégias de aprendizagem para a nova geração.

  • Sempre um Professor Referência Junto de Você, aqui você nunca está sozinho

  • A única com um Gestor de Sucesso Acadêmico (GSA) para lhe orientar e acompanhar durante todo o curso

  • Em toda Aula você terá o “Na Prática”, associado diretamente à sua futura atuação profissional

  • Só Aqui você terá os PIPAs – PROJETOS INOVADORES PROFISSIONAIS DE APRENDIZAGEM, nos quais você aprende a trabalhar por Projetos e desenvolver competências que o mercado de trabalho exige para o futuro, indicado pelo Fórum Econômico Mundial

  • No Programa CONECTATIVOS você terá acesso a palestrantes de grande referência e receberá certificados para compor seu currículo


Coordenadora Técnica


Profa. MSc Lidiane Soares

Mestre em Educação pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (2008), Especialista em Interdisciplinaridade na Formação de Professores e Especialistas da Educação pela Universidade da Região de Joinville (2002), Graduada em PEDAGOGIA pelo Centro Universitário de Jaraguá do Sul (2000). Atuou como Coordenadora Pedagógica - SENAI - JARAGUÁ DO SUL/SC; Orientadora Educacional da Escola Municipal Joaquim Félix, Tutora e Orientadora de Artigos Científicos na Pós Graduação, UNISOCIESC e Bolsista do IFSC, como Orientadora de TCCs. Foi Tutora Externa no Centro Universitário Leonardo da Vinci e Coordenadora do Ensino Fundamental no Colégio Exathum. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação.