Neuropsicopedagogia Clínica

Pós-Graduação Presencial

Apresentação

O curso de Neuropsicopedagogia tem como objetivo qualificar profissionais das áreas de Pedagogia, Psicologia, Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional, entre outras, no sentido de instrumentalizá-los a partir de uma base teórica e técnica, para o exercício da Neuropsicopedagogia Clínica.

Busca, portanto, desenvolver nos profissionais o entendimento e compreensão do papel do cérebro em relação aos processos neurocognitivos na aplicação de estratégias pedagógicas. A princípio, a eficiência científica é comprovada pela literatura que aprimora o processo de aprendizado.

Além disso, estuda como ocorre a intervenção no desenvolvimento da linguagem, as áreas neuropsicomotora, psíquica e cognitiva do indivíduo. Também trabalhar para adquirir clareza política e pedagógica sobre questões educacionais e a capacidade de interferir no estabelecimento de novas alternativas e diretrizes neuropsicopedagógicas no processo educacional. Por fim, compreende e analisa o aspecto da inclusão de forma sistêmica, cobrindo alunos com dificuldades de aprendizagem e assuntos de risco social.

Público-Alvo:
Profissionais com Ensino Superior que atuem como Professores da Rede Pública e Privada, bem como outros profissionais que fazem parte da Equipe Técnica Escolar ou Gestão Educacional com licenciaturas ou bacharelado em Pedagogia ou outras áreas do conhecimento. Profissionais da área da Saúde e terapeutas que desenvolvam orientações e atividades da sua área técnica, a qual tem a aprendizagem como foco, ou pretendem ampliar seus conhecimentos a respeito, como: Terapeutas Ocupacionais, Psicólogos, Biólogos, Fisioterapeutas, Pediatras, Fonoaudiólogos, entre outros. Profissionais que desejam ter seu espaço de atendimento trabalhando com foco nas dificuldades e transtornos de aprendizagem.

Formato do Curso:
As aulas acontecem aos sábados e domingos, uma vez ao mês, das 8h às 18h.



Disciplinas

  • 18 Disciplinas
  • Discute o conceito de neuropsicopedagogia, as bases teóricas que a sustenta e a atuação profissional no contexto institucional e clínico.
  • Estuda o sistema sensorial e sua relação com os mecanismos neurais relacionados ao aprendizado, memória, atenção. Discute os processos de autorregulação (funções executivas) e os comportamentos de risco (influência socioeconômicas, alimentação, rotinas de sono) e suas influências no processo de aprendizagem. As Relações entre a educação, dificuldades de aprendizagem e práticas neuroplasticidade.
  • Introduz as bases fundamentais do funcionamento do sistema nervoso, central e periférico. Estuda as relações entre as funções do sistema nervoso e os processos neurais de aprendizagem humana, bem como os fatores endógenos e exógenos que podem causar alterações nos processos neurais da aprendizagem humana.
  • Estuda os transtornos e síndromes segundo o DSM-V, CID-10 e CIF. Analisa os principais transtornos e síndromes encontrados no âmbito educacional, bem como identifica as perdas das funções cognitivas em cada patologia. Discute os modelos, técnicas e estratégias de aprendizagem. Analisa e estuda as alterações comportamentais e a influência dos distúrbios emocionais no processo de aprendizagem.
  • Discute a trajetória da Educação Especial à Educação Inclusiva: modelos de atendimento, acessibilidade, adaptações curriculares, tecnologia assistida; e paradigmas. Estuda as diversidades culturais e linguísticas na promoção da Educação Inclusiva. Analisa a legislação brasileira (contexto atual) e as políticas públicas para a Educação Inclusiva
  • Entendimento dos processos de crescimento e desenvolvimento, maturação e desenvolvimento motor do ser humano, bem como dos fatores que os afetam; O movimento humano e suas relações com a prática e experiência. Os elementos básicos da Aprendizagem motora: Habilidades motoras, prática, estágios da aprendizagem, processamento de informação e tomada de decisão, feedback, atenção e memória. O sistema nervoso no movimento e o ajuste motor. Desenvolvimento motor e sua relação com os desenvolvimentos cognitivos e afetivos.
  • Estuda a base neurofisiológica da emoção e o modelo cognitivo do desempenho social que é mediado por habilidades sociocognitivas. Discute os instrumentos de avaliação e intervenção no trato com questões emocionais e do comportamento social que influenciam nos processos de aprendizagem.
  • Conhecer a relação da memória e atenção com a aprendizagem humana, identificando as influências entre si, bem como com outras funções cognitivas e do funcionamento do SNC, evidenciando alterações que possam ser detectadas através da avaliação e trabalhadas na intervenção neuropsicopedagógica.
  • Estuda os fundamentos, as bases neurológicas, o desenvolvimento normal e alterações da linguagem oral e escrita. Discute a aplicação de instrumentos de avaliação da linguagem oral e escrita, compreensão leitora, interpretação e compreensão textual.
  • Estuda o desenvolvimento normal e patológico da Matemática. Discute a aplicação de instrumentos de avaliação da Matemática, contemplando conteúdos como numeracia, noções espaciais, cálculos, problemas, relacionando-os ao desenvolvimento das funções executivas.
  • Estudo das psicopatologias e suas relações com o DSM-V e o Código Internacional de Doenças (CID). Entendimento das medicações utilizadas para transtornos mentais; nos transtornos do neurodesenvolvimento, em ansiolíticos, antidepressivos, antipsicóticos, antidemenciais, hipnóticos e outros, compreendendo seus efeitos, suas alterações químicas no cérebro e sua influência na aprendizagem
  • Estuda a anamnese e a sua importância desta na investigação do desenvolvimento neuropsicomotor e comportamental, visando a um conhecimento global do sujeito que aprende. Analisa o material quantitativo e qualitativo a ser utilizado na avaliação e intervenção neuropsicopedagógica.
  • Discute a seleção de instrumentos avaliativos a ser aplicado durante as sessões, tendo como referência os dados obtidos na entrevista inicial com os pais [anamnese] e a observação feita em contato com a criança/adolescente.
  • Discute as orientações básicas para o estudo de caso, visando ao plano de trabalho (ação) para a prevenção e/ou intervenção. Executa o registro formal de todo o processo [elaboração do relatório clínico], de forma articulada com a prática profissional e com as atividades de pesquisa.
  • Discute os fundamentos da avaliação neuropsicopedagógica: levantamento de hipótese diagnóstica por meio dos indicadores, delineamento de prognóstico e trabalho em equipe multiprofissional; e os fundamentos da intervenção neuropsicopedagógica: planejamento e etapas da intervenção, avaliação de resultados e trabalho em equipe multiprofissional.
  • Aprofunda o tema relacionado ao projeto individual do aluno e sua interface com as teorias que fundamentam à Neuropsicopedagogia e sua aplicação na prática.
  • Estuda a ciência e a evolução desta ao longo dos tempos; as formas de conhecimento e o conhecimento científico; a estrutura do trabalho científico e os métodos científicos. Discute as etapas do projeto de pesquisa, os tipos de pesquisa, a ética na pesquisa e, também, as técnicas de resumo e fichamento e a normalização de trabalhos científicos e acadêmicos.
  • Estudo da formação do professor universitário: o contexto histórico e perspectivas. Análise das concepções de ensinar, de aprender e de avaliar. Caracterização da aula no ensino superior, e o planejamento, a organização e a avaliação na educação superior.

(*) Estas disciplinas serão desenvolvidas por situações de CDE – Centro Digital de Estudos

(**) Reposição de disciplinas deverão ser obrigatoriamente realizadas de forma presencial

(***) Disciplina oferecida em metodologia de ensino híbrido

Diferenciais

  • Desenvolva um novo olhar sobre as dificuldades de aprendizagem dos seus alunos a partir de uma visão Neurocientífica.

  • Amplie seu campo de atuação para o contexto clínico.

  • Curso chancelado pela Sociedade Brasileira de Neuropsicopedagogia – SBNPp.

  • Faça parte do universo da Neuropsicopedagogia e conquiste sua formação profissional na instituição que é pioneira na área no Brasil.

  • Aulas presenciais com as maiores referências na área da Neuropsicopedagogia do país, corpo docente composto em sua maioria por mestres, doutores, membros dirigentes da Sociedade Brasileira de Neuropsicopedagogia, neurocientistas com grande destaque nacional e internacional, autores das melhores obras literárias na área e Neuropsicopedagogos com larga experiência no atendimento clínico.

  • Entenda sobre a influência dos medicamentos na aprendizagem a partir dos conhecimentos da Neuropsicofarmacologia e CID, disciplina exclusiva da CENSUPEG.

  • Seu certificado emitido pela Faculdade que é nota MÁXIMA (5) no MEC, reconhecida como a Faculdade que mais forma profissionais em Neuropsicopedagogia no Brasil.

  • Seja um Neuropsicopedagogo Clínico, uma profissão reconhecida pela CBO.

  • Conheça as novidades criadas pelo Grupo de Pesquisas CENSUPEG em primeira mão, receba informações sobre os instrumentos desenvolvidos e validados no Laboratório de Inovações e Estudos Neuropsicopedagógicos – Censupeg (LIENPp)

  • Curso com Estágio: Prepare-se para o mercado de trabalho, aprenda e aplique os instrumentos de avaliação e intervenção neuropsicopedagógica na prática supervisionada.

  • Aprenda sobre o funcionamento do cérebro e a sua relação com a aprendizagem.

  • Matriz curricular alinhada com as normas estabelecidas pelo Código de Ética da Sociedade Brasileira de Neuropsicopedagogia.

  • Crie novas estratégias de aprendizagem por meio dos conceitos das Neurociências Aplicadas à educação e suas interfaces com Pedagogia e Psicologia Cognitiva.

  • Torne-se um aluno CENSUPEG e seja respaldado pela instituição premiada pela grande contribuição social e científica à sociedade brasileira através da Neuropsicopedagogia: Congresso Mundial de Educação em Cuba (2016), 1° Lugar Dica de Mestre - Congresso Aprender Criança (2016 e 2018).


Coordenadora Técnica


MSc. Angelita Fulle

Mestranda em Educação na Linha de Formação de Professores pela UNEATLANTICO/Espanha através da Fundação Universitária Iberoamericana - FUNIBER/Espanha . Possui Pós-Graduação Lato Sensu em Práticas Multidisciplinares e Gestão Educacional pela AUPEX (2004), concluiu curso de Pós Graduação Lato Sensu em Gestão Estratégica em Educação a Distância pela Faculdade São Fidélis/Grupo Censupeg (2016), cursa pós graduação em Neuropsicopedagogia e Educação Especial Inclusiva e Neuropsicopedagogia Clínica pela Faculdade CENSUPEG. Formada em Pedagogia pelo Centro Universitário de Jaraguá do Sul (UNERJ - 2003). Possui experiência como docente na Educação Básica, na tutoria em Curso de Ensino Superior de Pedagogia na metodologia EAD (2012/2014) pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci (Uniasselvi). Atuou em Secretaria Municipal de Educação nos Setores Administrativo e de Ensino. Tem experiência como Coordenadora Pedagógica nas Séries Finais do Ensino Fundamental, bem como em Polos de Educação a Distância. Dirigiu Polo de Educação a Distância de Ensino Superior (2012/2015) e coordenou as Jornadas Acadêmicas nos anos de 2012, 2013 e 2014. Atua como Professora Convidada em cursos de Pós-Graduação pela CENSUPEG, bem como faz orientação de artigos científicos (desde 2007). Também é professora orientadora de trabalhos de conclusão de Cursos de Especialização da Faculdade CENSUPEG. Atualmente, é Coordenadora Pedagógica de Pós Graduação da Faculdade CENSUPEG e do Curso de Neuropsicopedagogia. Faz parte da Sociedade Brasileira de Neuropsicopedagogia como Conselheira Técnica Profissional.