Pós-graduação Paulo Freire e a Pedagogia da Libertação

Pós-Graduação On-line com Aulas Ao Vivo

Apresentação

Considerando a importância de Paulo Freire para a educação, e sua contribuição para transformar vidas, a faculdade CENSUPEG, com muita honra, apresenta uma Pós-graduação inédita, que evidencia suas obras, sua metodologia, as interlocuções possíveis em seu pensamento, os desafios e perspectivas para uma pedagogia da libertação, iluminando e inspirando caminhos para os educandos nos dias contemporâneos.

Paulo Freire (Patrono da Educação Brasileira) é, sem dúvidas, um dos maiores instigadores da educação no Brasil, e, é inspiração e referência no mundo inteiro, a partir das suas obras e trabalho. A proposta de Pós-Graduação em Paulo Freire a Pedagogia da Libertação no centenário de Paulo Freire evidencia sua obra contribui para uma educação libertadora, como método de alfabetização e as possibilidades de transformação que a educação pode proporcionar às pessoas.

Objetivos:
Estudar os textos freirianos e suas implicações à Pedagogia da Libertação.
Refletir sobre as principais Obras de Paulo Freire em correlação com o contexto contemporâneo.
Instigar Comunidades de Aprendizagens em temas transversais ao pensamento freiriano, inerente aos desafios da educação no século XXI.
* Possibilitar a qualificação para a atuação educacional e profissional dos educandos.
Produzir artigos científicos, aptos à publicação em periódicos, bem como textos que possam compor livro(s) sobre os principais temas abordados.

Público-Alvo:
Educadores/as interessadas em expandir seus conhecimentos em temáticas da educação no contexto contemporâneo, conectada com o pensamento de Paulo Freire e suas principais contribuições para pensar uma pedagogia da libertação.

Formato do curso:
- Aulas ao vivo, 100% do conteúdo será disponibilizado pelo professor por meio da plataforma de vídeoconferência em um formato semelhante ao encontro presencial com possibilidade de interação imediata.
- Encontros às terças-feiras das 19h às 22h, no horário de Brasília.
- Início das aulas: 09 de novembro/21.

Disciplinas

  • Compreender onde se situa e como Paulo Freire se situa na educação a partir de leituras da realidade que lhe são apresentadas.
  • Compreender a correlação entre as principais obras de Paulo Freire e o percurso de seu conhecimento para compreender, interpretar e mudar a realidade das pessoas por e com a educação.
  • Apresentar as possibilidades de variação, de aplicação prática e teórica do método de Paulo Freire contextualizado à contemporaneidade!
  • Compreender o conceito e metodologia da educação popular em consonância ao pensamento freiriano, refletindo sobre o contexto cultural que vivenciamos e qual é o papel da educação no processo de formação dos sujeitos.
  • Problematizar a relação Educador x Educando e os desafios contemporâneos a educação, proporcionando debate e estudos a partir dos desafios de uma práxis pedagógica do diálogo!
  • Refletir sobre as realidades pedagógicas contemporâneas sob o olhar da práxis freiriana.
  • Constituir pesquisas sobre a contribuição da educação popular na geração de autonomia dos sujeitos/as.
  • Estudar a relação entre psicologia e a educação, bem como a subjetividade individual está implícita na relação de educação/ensino/aprendizagem.
  • Expandir as possibilidades de difundir o pensamento freiriano no contexto atual e suas relações, lições e aprendizagens para uma educação com metodologias ativas e inserção de tecnologias.
  • Pesquisar a contribuição freiriana para os sujeitos do campo, bem como as suas relações e interpelações.
  • Buscar entender os desafios da educação contemporânea nas escolas públicas e privadas com seus desafios e perspectivas.
  • Evidenciar a importância do envolvimento das pessoas na busca de novos horizontes de utopia para a educação.
  • Momento reservado para socialização das pesquisas, assim como da produção do Artigo Científico.

Diferenciais

  • Pós-Graduação inédita: este é o primeiro curso que trabalha o pensamento de Paulo Freire em diferentes temáticas da educação, da primeira até a última disciplina.

  • Corpo docente extremamente qualificado, com profissionais de alto gabarito, principais referências para ler e estudar Paulo Freire e a pedagogia da Libertação.

  • Proposta participativa e desafiadora para novas realidades, com comunidades de aprendizagem que permitirão aprofundamento temático, bem como abrirá horizontes para iniciação/afirmação acadêmica.

  • O profissional formado terá condições de ler e interpretar a realidade, bem como estará apto a exercer cargos/trabalhos diferenciados no ambiente escolar com muita liderança.

  • Grupo pedagógico composto por referências nacionais e internacionais no pensamento freiriano para enriquecimento curricular com participação especial de Nita Freire, viúva de Paulo Freire.

  • Proposta articuladora de educadores que estão conectadas à dar continuidade ao legado de Paulo Freire;

  • O curso abre novos horizontes de participação e inserção para educação popular e trabalho junto a movimentos populares, sociais, sindicais e organizações do campo e da cidade.

  • Receba um código de desconto de 50%, entre em contato com o Consultor de Carreira mais próximo da sua cidade por meio do whatsapp.

  • Seu certificado emitido pela Faculdade que é nota MÁXIMA (5) no MEC.


Supervisor Técnico


Prof. Rudimar Barea

Mestre em Filosofia pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) 2015. Bacharel em Filosofia pelo Instituto Superior de Filosofia Berthier (IFIBE)2012. Consultor de Graduação e Pós Graduação da CENSUPEG. Pesquisa os temas da Sensibilidade; Liberdade; Ética; Afetividade; Subjetividade e Corporeidade sob a luz do Método Fenomenológico. Pesquisa o tema da Educação Contemporânea, com foco em Metodologias Ativas e os desafios para o ensino-aprendizagem dos educandos/as a partir das leituras de Paulo Freire, Rubem Alves, Maria Montessori Célestin Freinet e outros. Pesquisa o tema da Política e Cidadania, com base no pensamento de Caio Prado Júnior e Darcy Ribeiro. Organizador do Grupo de Estudos: Política e Cidadania: Outro mundo é possível. Atualmente é Coordenador Geral do Vívere Instituto Educacional, Professor e Diretor de Polo da CENSUPEG em Marau. Trabalha como docente disciplinas de Filosofia, Antropologia, Sociologia Contemporânea, Argumentação Oral e Escrita (Leitura, Produção e Interpretação de Textos) e Metodologia da Pesquisa Científica.

Professor


Prof. Sergio Hadadd

Formado em economia e pedagogia. Doutor em Educação pela USP. Coordenador da ONG Ação Educativa, ex-professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da PUC-SP e da Universidade de Caxias do Sul. Pesquisador sênior do CNPq, lançou recentemente O Educador: um perfil de Paulo Freire, pela editora Todavia.

Professora


Profa. Raimunda de Oliveira Silva

Educadora Popular. Atua com facilitação de processos de desenvolvimento organizacional participativo e com formação de Educadores e Educadoras dos Populares. Mestre em Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural pela UnB, 2019 e Pós-Graduada em Prática Social Reflexiva pela Crossfields Institute, 2018; Atualmente coordena a Escola Nacional de Formação da Confederação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares - ENFOC – CONTAG e integra a Coordenação do Conselho de Educação Popular da América Latina e Caribe – CEAAL, desde 2016.

Professora


Profa. Liana Borges

Especialista em Alfabetização da Perspectiva da Psicogênese da Língua Escrita (1987), Mestrado (2001) e Doutorado (2009) em Educação, estudos sobre Alfabetização de Adultos, todos na PUCRS. Representei a Rede MOVA -Brasil na SECADI/CNAEJA – MEC. Mulher, mãe, feminista, professora, educadora, militante, estudante e sonhadora. Aposentada em 2013 como professora da rede de Educação de Porto Alegre. Desde o Magistério, 1976/1979, a Educação Popular é sua estrada, seu suporte para pensar e mudar o mundo, seu compromisso inegociável em difundir e recriar Paulo Freire. Em 2018 criou a Rede Nacional Café com Paulo, que hoje está presente em 11 estados e no DF e estes acolhem mais de 30 Cafés.

Professor


Prof. Paulo Matoso

Mestrando em Mudança Social e Participação Política (EACH/USP). Especialista em Estado, Políticas Públicas e Gestão de Entidades da Sociedade Civil (FSA/FPA). Bacharel em Serviço Social - Universidade Católica Dom Bosco (UCDB). Atuou como Coordenador Pedagógico do Curso Educação Popular: uma Escola em Formação (RECID/UFMS) e como conselheiro nacional de segurança alimentar – Presidência da República. É membro da Rede de Educação Cidadã, desde 2003. Atua na área da educação, saúde e relações de gênero.

Professor


Prof. Paulo Carbonari

Graduado em Filosofia no Instituto Berthier (IFIBE) com reconhecimento pela Universidade de Passo Fundo (1993). Mestre em Filosofia pela Universidade Federal de Goiás (2000). Doutor em Filosofia pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) (2015). Foi professor e Diretor Pedagógico do Instituto Berthier (IFIBE), Passo Fundo, RS. Professor convidado em cursos de Especialização em Direitos Humanos na Unocapeco, UCS, PUCRS e Unisinos, além de convidado para cursos e atividades a UFRGS, UPF, URI, UFFS e outras instituições. Membro da Coordenação Nacional do Movimento Nacional de Direitos Humanos (MNDH), da coordenação da Rede Brasileira de Educação em Direitos Humanos (ReBEDH), da Associação Brasileira de Direitos Humanos, Pesquisa e Pos-Graduação (ANDhEP), educador social na Sociedade Maranhense de Direitos Humanos (SMDH) e do Centro de Educação e Assessoramento Popular (CEAP). Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em Ética e Filosofia Política. Autor de artigos, livros e capítulos de livros em vários temas de filosofia, ética e direitos humanos. Atua principalmente nos seguintes temas: responsabilidade ética, direitos humanos, organização social, participação popular.

Professor


Prof. Pedro Carvalho Pontual

Mestre e Doutor em Educação pela PUC-SP, colaborador da Cátedra Paulo Freire do Programa de Pós-Graduação Educação e Currículo; Professor colaborador do Centro de Formação da Ação Educativa nos temas de Educação Popular e Paulo Freire; Presidente honorário do Conselho de Educação Popular da América Latina (CEAAL); membro da Diretoria da Campanha Latino americana pelo Direito à Educação ? CLADE Brasil e membro do GT de Educação Popular e Pedagogias Críticas do Conselho Latino Americano de Ciências Sociais (CLACSO). Professor visitante do Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Tem experiência na área de educação, com ênfase na área de educação popular, atuando em temas como educação para a cidadania, políticas públicas, gestão democrática e participação social.

Professora


Profa. Conceição Paludo

Professora e pesquisadora na FACED/UFRGS. Departamento de Estudos Básicos e Ppgedu. Educadora Popular. Graduação em Pedagogia, especialização em Educação Psicomotora e em Orientação Educacional, mestrado em Educação (1988) e doutorado em Educação (2000), ambos pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Atualmente é docente no curso de Licenciatura em Educação do Campo, nas Licenciaturas e pesquisadora na UFRGS, na Faculdade de Educação - Departamento de Estudos Básicos - e na Linha de Pesquisa Trabalho, Movimentos Sociais e Educação (TRAMSE), da qual é coordenadora. Atua no mestrado e doutorado no Programa de Pós-Graduação em Educação na UFRGS, sendo membro da COMPOS.

Professora


Profa. Isabela Camini

Mestre e doutora em Educação pela UFRGS. Do Setor de Educação do MST. Dedica sua vida a cuidar da memória das Escolas Itinerantes e Sistematização de experiências populares. Atualmente aprofunda o legado de Paulo Freire escrevendo Cartas Pedagógicas. Autora de Escola Itinerante – na fronteira de uma nova escola, São Paulo, Expressão Popular, 2009; e de Cartas Pedagógicas – aprendizados que se entrecruzam e se comunicam, São Paulo, Outras Expressões, 2012. Junto com João Pedro Stedile, escreve: O Encontro de Paulo Freire com o MST, 2020. Paz e Terra.

Professora


Profa. Noelia Rodrigues Pereira Rego

Educadora Popular. Doutora em Educação e Políticas Públicas pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, onde possui mestrado na mesma área. Idealizadora do CEPL - Coletivo de Educação Popular e Libertária e Doutora em Educação - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Graduou-se em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC-Rio (2009). É professora-voluntária de história e sociologia em pré-vestibulares comunitários, populares e sociais. Recebeu no ano de 2018 a menção Honrosa pela CLACSO Conselho Latinoamericano de Ciências Sociais, pelo trabalho: Perspectivas Emancipatórias de uma outra educação: a Educação Popular e a Decolonialidade em debate. Recebeu ainda o prêmio Mais Cultura pelo MinC, no ano de 2012, com o Projeto Cultural Salgueiro para Hoje e Sempre.

Professora


Profa. Mariana Pasqual Marques

Educadora popular e facilitadora de práticas de justiça restaurativa. Mestre em sociologia da educação pela PUC-SP e doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Educação e Saúde na Infância e na Adolescência da Universidade Federal de São Paulo/Unifesp. No campo da educação popular e direitos humanos leciona e investiga corporeidades e sofrimentos sociais na infância, práticas voltadas à participação, à defesa e garantia de direitos e acesso à justiça. Atualmente integra a Plataforma de Saberes Inclusivos na Universidade Federal de São Paulo/Unifesp, exerce a coordenação do Centro de Direitos Humanos e Educação Popular de Campo Limpo/CDHEP e integra o Conselho Latino-americano e Caribenho de Educação Popular.